AMIGOS DO BLOG

Links Úteis

29 de set de 2009

Alcoolismo e seus efeitos



Normalmente definido como sendo o consumo consciente e excessivo e/ou preocupação com bebidas alcoólicas ao ponto que este comportamento interfira com a vida pessoal, familiar, social ou profissional da pessoa. O alcoolismo pode potencialmente resultar em doenças psicológicas e fisiológicas, e óbito (morte).

Efeitos no organismo


O álcool encontrado nas bebidas é o etanol, substância resultante da fermentação da cana-de-açúcar (aguardente) e fermentação da cevada (cerveja). Após ingerido, é absorvido no intestino e suas moléculas levadas ao cérebro.


O álcool a longo prazo prejudica órgãos e especialmente o fígado, responsável por metabolizar substâncias tóxicas ingeridas ou produzidas pelo organismo durante o processo de digestão. Sendo assim, se houver uma grande quantidade de álcool, o fígado sofre uma sobrecarga para metabolizá-lo.


O álcool no organismo causa inflamações como gastrite, hepatite alcóolica, pancreatite, neurite.


Efeitos do etanol no sangue


  • 0,1 a 0,5  Estágio da sobriedade  -  Nenhuma influência aparente.

  • 0,3 a 1,2  Estágio da Euforia  -  Perda da eficiência, diminuição da atenção, julgamento e controle.

  • 0,9 a 2,5  Estágio da excitação  -  Instabilidade das emoções, coordenação musuclar afetada, menos inibição e perda do julgamento crítico.

  • 1,8 a 3,0  Estágio da confusão  -  Vertigens, desequilíbrio, dificuldade ao falare distúrbios da sensação.

  • 2,7 a 4,0  Estágio do estupor  -  Apatia, inércia geral, vômitos, incontinência urinária e fezes.

  • 3,5 a 5,0  Estágio de coma  -  Inconsciência, anestesia, morte.

  • Acima de 4,5  Morte  -  Parada respiratória.


Em 120ml de aguardente se o estômago estiver vazio, concentra 0,6 a 1,0 de álcool. Após refeição a concentração é de 0,3 a 0,5. Em 1,2 litro de cerveja, temos 0,4 a 0,5 com estômago vazio e 0,2 a 0,3 após refeição.




Tratamento


A maioria dos tratamentos busca uma diminuição no consumo do álcool, associadas ao apoio psicológico, desintoxicação associada a terapias em grupo para evitar recaídas. Alguns tratamentos possuem uma abordagem mais radical, como tolerância zero ao álcool e outros uma redução progressiva do consumo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário