AMIGOS DO BLOG

Links Úteis

1 de abr de 2010

MOLA HIDATIFORME




De forma bem resumida, mola hidatiforme é um tumor benigno irregular que se desenvolve a partir de tecido placentário em fases precoce de uma gravidez em que o embrião não se desenvolve normalmente, se apresenta sob a forma de um aglomerado de vesículas semelhantes à um cacho de uvas. Sua etiologia é desconhecida.

São de dois tipos: a parcial e a completa, as diferenças entre elas são importantes, devido ao risco de evolução para forma persistente.

A mola hidatiforme completa caracteriza-se pela ausência do embrião, enquanto na parcial há tecido placentário junto com os cistos, e o embrião começa a desenvolver, mas mesmo que ele esteja presente é importante saber que não é um embrião normal, devido à má formação fetal, oferecendo difícil condição de sobrevivência.

Sinais e sintomas

Náuseas, vômitos frequentes, aumento do útero desproporcional com a idade da gravidez, útero de consistência mole, hipertensão, edema, proteinúria, hemorragias espontâneas, indolor, também ocorre diminuição do volume uterino após hemorragia, as vesículas podem ser eliminadas pela vagina, pode ocorrer emagrecimento, palidez, dispnéia e o fator principal é a ausência de batimentos cardíacos fetais.

                        


Tratamento

Esvaziamento uterino, acompanhamento clínico, quimioterapia.


Cuidados de enfermagem básicos 


  • Apoiar psicologicamente esta paciente;

  • Observar e registrar perdas vaginais;

  • Aferir e registrar sinais vitais;

  • Observar sinais de choque e comunicá-los imediatamente a enfermeira ou ao médico;

  • Administrar medicamentos prescritos;

  • Realizar tricotomia pubiana e perineal;
  • Monitorar eliminações vesicointestinais
Abaixo histerectomia, verifica-se a presença de várias vesículas.





Papel da enfermagem

O profissional de enfermagem atua na orientação à cliente, explicando as solicitações médicas, promovendo a saúde, prevenção e recuperação, garantindo uma evolução positiva do quadro e adequada assistência de enfermagem à paciente acometida de gestação molar.

51 comentários:

  1. Oi,
    Renata,
    amiga, bela dica, não fazia idéia desse tipo de tumor. Muito legal. Parabéns pelo post e obrigada por compartilha-lo. beijão no seu coração, boa páscoa e fica com Deus

    ResponderExcluir
  2. Valeu Josy, beijos pra ti também e uma boa páscoa amiga!

    Re

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito desse artigo relembrando a faculdade, mola hidatiforme, lembrando que as análises de sangue e de urina detectam níveis excessivos de gonadotrofina coriônica humana produzidas pelo tumor.Beijos, minha querida Renata Medina!

    ResponderExcluir
  4. Oi Kaline,
    Obrigada por participar mais uma vez!

    Grande beijo

    Re

    ResponderExcluir
  5. oi eu tambem tive, mas tem uns três anos hoje estou bem, tenho um filho de um ano e dois meses, é um sapeca não para um minuto e estou muito feliz.

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani, Graças a Deus.. bom saber que superou e teve uma nova gestação e que está com o baby e seus braços e principalmente muito feliz...

    Abraços, Re

    ResponderExcluir
  7. Oi bom dia.
    Muito legal essa definição que você a esse problema, minha irmã está passando por isso, e estamos todos muito assustado, a maioria das pesquisas que se faz na net e tudo com termo medico, e a sua foi de esclarecedora...
    Muito obrigada pela sua ajuda.

    ResponderExcluir
  8. Imagina, enfermeiro é simplicidade!
    Grande abraço, Re

    ResponderExcluir
  9. queria saber se toda gravides de mola e´um tumor benigno,e porque ela acontece, desde ja´agradeço.

    ResponderExcluir
  10. Caro leitor,

    Sim é um tumor benigno. Sua causa é desconhecida.
    Procure ajuda deum profissional e lembre-se de esclarecer todas as dúvidas, você tem total direito de querer saber a respeito e de ter suas respostas, recebendo dessa forma o tratamento adequado.
    Nenhuma mulher está livre disto, assim como muitos infortúnios a que todos estamos suscetíveis.

    Volte sempre que quiser...abraços!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Renata
    Meu exame de sangue Beta HCG deu positivo. Porém não foi visualizado embrião através da ultrassonografia pélvica. Meu médico suspeita dessa doença. Cheguei em casa e vim direto pesquisar para saber mais e encontrei seu artigo. Obrigado pelo esclarecimento e parabéns pela postagem.

    ResponderExcluir
  12. Oi Nilza,

    Fico grata por seu comentário e desejo boa sorte no seu tratamento.

    Tudo ficará bem.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. eu ja passei por essa situação ha 3 anos atrás, hoje st grávida e confesso q estou um pouco preocupada. não qro passar por essa situação novamente.

    ResponderExcluir
  14. oi eu tambem tive uma mola ha um ano e gostaria de saber se é possivel voltar a engravidar e quais sao os riscos?porque nunca fui bem esclarecida pelos medicos.obrigada pelo seu desenvolvimento nessa area porque como eu a muitas mulheres que nao sabem o que é uma MOLA HIDATIFORME.
    OBRIGADA POR TUDO

    ResponderExcluir
  15. fiz teste de gravidez e deu negativo o exane deu celulas hidatiforme,celula germinativas gravidez coriocarcinoma tem possabidade de tido um aborto.

    ResponderExcluir
  16. Celi, fique tranquila, pois o fato de ter acontecido uma vez não significa que vá novamente.
    Faço votos de que tenha uma gravidez tranquila.

    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  17. Oi Leandra,

    Sim é possível. E sempre pergunte quando tiver dúvida ao profissional que estiver lhe assistindo. Veja bem o depoimento da nossa amiga acima, a Celi.

    Espero que dê tudo certo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Eu tive o problema de mola a um ano atras e hoje descobri que estou gravida , preciso fazer uma ultrason para saber se é realmente o feto ou se é a mola denovo.
    Nair barros,viana es

    ResponderExcluir
  19. acabei de descobrir que tenho mola e está sendo muito dificil pra mim aceitar asso mais pesso ajuda de vcs pra mim adquirir essa nova fase da minha vida..............

    ResponderExcluir
  20. Oi Adriene, tudo vai dar certo!
    Seja positiva, beijos!!!

    ResponderExcluir
  21. ola Renata,acabei de chegar da minha ultima internação,descobri que tinha mola em agosto/2010,desde então faço controle 1 vez por semana no hospital,ate que no final do ano passado negativou meu bhcg,mas essa semana voltou a subir,fiquei internada pra exames mais detalhados e graças a deus foi só um susto,estou um pouco confusa e assustada ,pois meu ginecologista me encaminhou para o oncologista,devido nao ser normal a essa elevação e queda repentinamente...espero que de tudo certo,mto bom seu blog..linguagem simples que entendemos com clareza ....parabens..vou dando noticias no decorrer do tratamento...parabéns bjosss

    ResponderExcluir
  22. Obrigada e estou na torcida para que tudo dê certo. Mantenha o contato.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  23. Oi, sou Izabella tenho 17 anos, no fim do ano passado descobri que estava gravida, e logo no começo fiz todos os exames e decobri que era gravidez molar, fiquei muito abalada, vou fazer um exame (hcg Quantitativo) todo mes durante um ano, o ultimo que fiz agora neste mes deu 0,01 MUI, e no mes anterior deu 47,10 MUI. Você poderia me informar qual a gravidade deste ultimo resultado, se isso é bom se isso é ruim, qual seria o resultado que poderia me preocupar, porque esta um pouco longe a consulta com minha ginicologista e estou com medo e anciosa para tirar minhas duvidas, você pode me ajudar? Me dar dicas, e me esclarecer sobre essa doença tao triste! Obrigado.

    ResponderExcluir
  24. Olá Izabella, não seja tão pessimista. A taxa está alta, mas e se você estiver grávida?
    Relaxe, e quando for no dia da consulta é provável que sua ginecologista peça um ultrassom.
    Te Desejo uma boa sorte!
    Beijinhos, Re.

    ResponderExcluir
  25. olá, geltilmente peço licença para narrar um estado atual que estamos vivendo,
    minha esposa após trans vaginal soube estar com gravidez gemelar, ao tempo de realizar outra trans, e receber a noticia de que apenas um dos sacos gestacionais estava se desenvolvendo e o outro menor certamente seria absorvido pelo organismo, assim prosegui até o o segundo trimestre ónde ficou constado que era uma gravidez unica. apos o inicio do quarto mês, ficamos muitos nervosos, pois detectou-se uma mola idatiforme có existente com a criança que está em perfeita formação, os médicos acreditam que o segundo embrião que não se desenvolveu transformou-se nesta mola.
    Agora estamos aflitos, existe a criança com 18 semanas, está perfeita e viva, se ela sobreviverá, após um parto pre maturo, se haverá sequelas, see o problema da mola,venha a evoluir e se transforme em algo malígno, se temos que iterromper a gravidez....

    Mas Deus é a nossa Esperança!
    Alguem ja passou por algo igual....
    Obrigado desculpem as linhas..

    ResponderExcluir
  26. Washington,

    Continue procurando orientação médica.
    Desejo boa sorte e que os leitores compartilhem entres si suas experiências.

    Deus abençoe vocês!

    ResponderExcluir
  27. Quero comentar sobre o relato do Washington e sua esposa. Com o pouco de conhecimento que tenho e por ter pesquisado muito após ter mola hidatiforme invasiva, digo que a melhor solução a ser feita é interromper esta gravidez. As pesquisas com Mola Hidatiforme Parcial dizem que a gestação com feto tem 0% de chances de chegar ao fim e quanto mais tempo esperar sua esposa corre risco sérios. Aconselho conversar com o médico que acompanha a gravidez e tirar todas as duvidas.

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde! Meu nome é Mareni, e quero falar para o Washington.Eu tenho uma filha que hoje tem 4 anos, e desenvolvi uma mola hidatiforme parcial juntamente com a gravidez dela.Ela é perfeita, nasceu com 36 semanas, e nem precisou ficar no hospital.Até hoje ainda tenho que comparecer ao centro de referencia da santa casa de porto alegre, para fazer acompanhamento, já que a minha era invasiva e eu precisei fazer quimioterapia.Não percam a fé, porque até hoje ninguém consegue explicar porque a minha filha é perfeita, mas ela é ! Mas o importante é voce procurar o centro de referencia desta doença mais próximo de sua cidade.Na Santa Casa de Porto Alegre funciona um maravilhoso, mas não sei de onde você é, conversém com o médico de vcs, mas interromper a gravidez, quando o feto é normal é loucura!!

    ResponderExcluir
  29. boa tarde!Meu nome e paula e tive uma mola invasora a 5 anos. tive que fazer quimioterapia, quase durante 1 ano. agora passado 5 anos estou a tentar ficar gravida mas esta dificil ja la vao 5 meses e nada de bebe ate agora.dou muita forca para quem esta a passar pelo que eu passei nao e facil meninas. mas deixo aqui muita forca...

    ResponderExcluir
  30. Em 2009 aconteceu isso comigo e só hoje depois de quase 2 anos é que o hospital entregou o laudo com esse resultado do texto.
    Isso é uma doença? Sempre que eu engravidar corro esse risco?

    ResponderExcluir
  31. Oi Vaneza tudo bem?

    Qualquer mulher corre o risco.
    A chance de acontecer novamente existe, mas a de não acontecer...também!

    Procure por orientação médica antes de engravidar, prepare o corpo para receber seu filho. O pré-natal começa antes mesmo da gestação já ter iniciado.

    Dessa forma você garante seu bem-estar e o do bebê.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  32. ola meu nome e michele e tenho 30 anos a 15 anos atras tive uma filha e apos 3 anos tive mola e fiz uma coletagem apos 3 meses foi costatada outra mola então fiz uotra coletagem fiz o tratamento todo direitinho e os medico falaram que não poderia ficar mais gravida e depois de 9 anos tive meu segundo filho, hoje meu filho com 6 anos acho que estou gravida minha menstruação esta atrazada 2 dias e ela não e de se atrasar estou muito feliz de ter me curado estou esperando passar mais alguns dia para fazer uma ultra. Se todos termos confiança e fé todos nos conserguiremos. bjs e força para todas que passam por isso.

    ResponderExcluir
  33. bom dia gente! meu nome é pamela tenho 19 anos, ano passado tive mola hidatiforme completa nem sabia o que era isso.fui em muitos medicos e eles me dizerem q era uma gravidez normal que os votimos era normal emagerci 10 quilos e um 1 mes. ate em então que fui em um hospital e descobriram, fiz a corretagem e o medico me falou que eu tinha que ficar fazendo acompanhamento durante 1 ano do Bt quantitativo. o meu primeiro beta de 9,25 fiquei mto asustada mais meu medico disse que estava otimo por ser meu primeiro beta e ja esta nesse nivel era maravilhoso.então esperei uns 3 meses e fiz outro deu 1,00 nossa mostrei para meu medico ele falou que foi um milagre de Deus pq em todos os casos o resultado demora pra baixar e o meu baixou com 3 meses então fiquei mto feliz pq eu sabia que comigo estava sendo diferente, lia muitos casos que me dava vontade de morrer pensando que iria acontecer comigo, mais graças a Deus meu Deus maravilhoso me curou e hoje estou aki pra falar que Deus é maravilhoso. o mesmo Deus que me curou pode curar vcs é so vcs crer nele que ele vai ouvir vc! então gente depois de 1 ano fiz um beta so pra mim ter um controle de como eu estava e novamente meu bata tava lá 1,00 gente é uma coisa sem explicação uma coisa divina uma alegria sem tamanho.meninas a Fé é muito importante pensam positivo pq pra Deus nada é imposivel. fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  34. sou daniela, e estou em tratamento de mola hidatiformica,em 21/12/11 eu tive a noticia que não era um bebe mas uma mola, e hoje vou começar a fazer o processo de quimioterapia estou com medo somente do meu cabalo, estou também triste não posso negar mas acima de tudo eu confio no senhor e que este processo vai passar e que vou ter meu 2 filho pois tenho um pequeno rapaz de 3 anos e 7 meses,assim peço que me esclareça se e possivel fazer a quimio sem o meu cabalo cai pois ele esta muito grande. e eu nunca ouvi falar dessa doença, por que não ouvimos falar tanto nessa mola? obrigado por ter esse espaço para poder falar de um problema que estou a passar que Deus ilumine seus passos.obridabo

    ResponderExcluir
  35. pow!eu tive isso em setembro fiz Esvaziamento uterino,cheguei nem fazer os exames semanal beta hsg logo em novembro engravidei do meu filhojoão vitor uma coisa eu aprendi MT10:27 para os homens é impossível,mas não para .DEUS pq para DEUS todas as coisas são possíveis.já tenho uma menina de 8 anos e o joão vitor tenho um casal e posso ter quantos eu quiser.

    ResponderExcluir
  36. Tive um aborto espontâneo de 9 semanas. Passei por 2 curetagens e na segunda foi detectada MOLA. Nunca tinha ouvido falar dessa doença. De acordo om a informação da GO, o tratamento de quimioterapia é lento e pode durar 2 anos. É isso mesmo? Estou desesperada.

    ResponderExcluir
  37. Oi Vivi, somente através de exames saberá o tratamento indicado para você. Se tem dúvidas, procure outro GO, ou seja, uma segunda opinião, uma terceira...

    Boa sorte! Não fique tão apreensiva...

    ResponderExcluir
  38. Obrigada Renata Medina, estou no aguardo da biópsia pra saber a gravidade e o tratamento adequado.

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  40. queria saber se o ato sexual tem o poder de aumentar a taxa do exame quantitativo da mola?

    ResponderExcluir
  41. Então, Luiza...

    O ato sexual não interfere, o ideal para exames ginecológicos, é que não se tenha relações sexuais antes, para que não hajam células que não sejam as suas (espermatozóides por exemplo).

    Espero ter ajudado, mas procure sempre o especialista. Um beijo!

    ResponderExcluir
  42. tenho 31 anos e minha esposa 23,hj descobrimos que ela tem esse problema de mola,a minha pergunta é uma só...
    todasas mulheres que passam por esse problema tem a nessecidade de fazer quimio?
    por favor me responda com urgencia pois estou a ponto de ficar louco,obrigado.
    ]

    ResponderExcluir
  43. Olá Anderson, a resposta é não.
    Cada caso é um caso e só o médico poderá dizer qual o tratamento adequado para sua esposa.
    Fique bem, abraço :)

    ResponderExcluir
  44. muito obg,mais tenho mais uma pergunta,temos uma filha de oito meses,a pergunta é...
    ela pode amamentar a criança mesmo tendo esse problema de mola?
    obs:foi suspenso desde que foi detectada a mola,
    obg mais uma vez.

    ResponderExcluir
  45. Não poderá amamentar dependendo do tratamento, medicação, etc.
    Se o GO fez esta indicação, ela deve ser respeitada. Desejo sorte a vocês.

    ResponderExcluir
  46. Essa doença pode ser curada com a paciente amênica?
    A anêmia tem haver com a doença?

    ResponderExcluir
  47. Somente um GO e mediante exames, poderá dizer isso. Pois cada paciente tem um histórico e existem diversos tipos de anemia. Dê uma lida post sobre anemias.

    http://enfermagemnossavida.blogspot.com.br/2009/08/tipos-de-anemia.html

    São coisas distintas, podendo ocorrer em concomitância.

    ResponderExcluir
  48. quanta tristeza ha em mim. Estou gravida de 16 semanas, e descobri q é uma gestação dupla onde uma se desenvolveu normalmente e a outra foi diagnosticada como mola. tenho sangramentos e o medico disse q tenho q esvaziar o utero o qnto antes, mas e o bebe q esta bem??
    Vou puder engravidar novamente?

    ResponderExcluir
  49. Somente o médico poderá dizer a você como será seu tratamento. E quanto a engravidar novamente, você pode, assim que seu médico lhe disser que o momento.

    Desejo tudo de bom, um beijo!

    ResponderExcluir
  50. infelizmente dia 21/01 perdi meu bebe e passei por cureta, o bhcg diminuiu mas logo voltou a subir e continuei sangrando, então 26/03 passei por nova cureta sem muito sucesso apos imagem compatível com mola, na nova eco estava mostrou q o endométrio estava invadido pela mola no dia 16/04 fiz histerectomia.
    Pra minha pergunta anterior a resposta é não engravidarei novamente.
    agora meu beta esta 36,6 o q eu acredito esta alto ainda, a eco e Rx esta tudo ok
    só to na duvida do beta e ainda falta tempo ate minha próxima consulta!
    obrigada, beijo.

    ResponderExcluir